Cambé tem 35 casos de dengue; no Paraná já são 2.023 casos confirmados

O 2º Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRA’a) de Cambé de 2019, realizado entre 18 e 23 de março, constatou que a cidade apresenta 1,6% de infestação do mosquito. Em relação ao primeiro levantamento, realizado em janeiro, o índice caiu 0,1%, mas mesmo com a queda, o número representa médio risco de infestação e ocorrência da doença, de acordo com o que determina o Ministério da Saúde. Segundo a Saúde Pública, o acúmulo de lixo em casas e terrenos baldios (foto) contribuem para a infestação do mosquito e o aumento de casos da doença.

De agosto de 2018 até agora, foram confirmados 35 casos e 701 suspeitas foram notificadas na cidade, segundo matéria publicada no Portal da Prefeitura de Cambé. Segundo Barbara Radigonda, coordenadora da Vigilância Epidemiológica, o período de chuvas e o aumento da temperatura contribuem muito para a proliferação do mosquito, mas grande parte dos focos de dengue pode ser reduzida se a população colaborar mais. “O acúmulo de lixo dentro de casas e terrenos vazios e a falta de verificação em vasos de plantas e materiais que acumulam água contribuem muito para o aumento do índice do mosquito”, completa.

A região da cidade onde há mais casos confirmados é a dos jardins Silvino e Novo Bandeirantes. Só nesses dois bairros 14 pessoas estão com dengue, o que equivale a 40% de todos os casos da cidade.

A coordenadora do Departamento de Endemias, Nelci Mariano, explicou que as ações de combate ao mosquito têm sito feitas de forma intensiva principalmente nas regiões onde há o maior número de casos. Ainda segundo Nelci, nas ações de combate à dengue os agentes solicitam a todos os moradores que retirem os materiais que geram focos do mosquito nas residências para que eles sejam recolhidos e descartados corretamente. “Além de retirar os entulhos das casas, os agentes fazem a vistoria para conferir se há mais focos de dengue em vasos de plantas, caixas d’água e em outros objetos”, completa.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SESA), no Paraná já são 2.023 casos confirmados de dengue, sendo 1.026 autóctones e 97 importados. São 304 os municípios com notificações e 137 municípios com casos confirmados. Em todo o Estado há ainda 21.091 notificações em investigação.

CDF com PMC e SESA. Foto: arquivo CDF.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s