Policial Militar é atropelada deliberadamente durante Blitz; condutor é preso em casa, após fugir do local

A policial militar teve sua perna atingida pelo veículo e foi encaminhada para atendimento médico.

cambedefato.com / 02 de junho de 2019.

Uma policial militar foi atropelada deliberadamente após dar voz de apreensão a um veículo durante blitz da Lei Seca, realizada na madrugada de sábado (01) na Avenida Madre Leonia Milito, em Londrina. O condutor que não quis entregar a chave do carro que seria recolhido administrativamente ao pátio do Detran, ligou o carro e arrancou, atropelando a policial.

O veículo Fiat Uno pertence a João Nirceu de Nobili, de 56 anos que estava na direção do automóvel no momento da abordagem na blitz. Consulta realizada no sistema da Secretaria de Segurança Pública (SESP) verificou que o mesmo tinha débitos e estaria bloqueado. No momento que a policial militar informou João Nirceu que o veículo seria recolhido ao pátio do Detran, como medida administrativa prevista no artigo 230 (inciso V) do Código de Trânsito Brasileiro e solicitou as chaves do veículo, ele se exaltou, ligou o veículo e arrancou acelerando, jogando o carro contra a policial. Esta, por sua vez, tentou escapar do atropelamento, mas foi atingida nas pernas, com o pneu passando sobre o seu pé esquerdo. Ela foi assistida por colegas e encaminhada para atendimento médico, enquanto o veículo empreendeu fuga do local. O detalhe é que a CNH do motorista ficou nas mãos da policial.  

Com a informação da autoria do atropelamento deliberado, o flagrante foi repassado para a Central de Operações da PM que enviou uma equipe com dois PMs para o endereço obtido na documentação do veículo. Chegando ao local a equipe foi informada pelo porteiro que o cidadão procurado havia acabado de chegar e que estava em seu apartamento. Diante da informação, foi solicitado apoio e uma equipe do Choque dirigiu-se ao local e solicitou ao vice síndico o acesso ao apartamento onde estava o condutor.

Os policiais efetuaram diversas tentativas de serem atendidos no apartamento, com batidas na porta e toques de campainha, mas não houve resposta. Na tentativa de ouvir conversas no interior do apartamento, os policiais identificaram uma possível coação do homem sobre uma mulher, no sentido de que ela não abrisse a porta. Temendo que o homem em estado alterado pudesse intentar contra a integridade física da mulher, os policiais do Choque optaram por arrombar a porta. No interior do apartamento encontraram João Nirceu bastante alterado, violento e apresentando sinais de embriagues, sendo necessário algema-lo e usar de força para leva-lo detido. O homem e seu veículo foram levados à Delegacia de Polícia, para procedimentos legais.

CDF com informações e fotos de Eliandro Piva.

#blitz #pmpr #leiseca #londrina #atropelamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s