Servidores municipais de Cambé aprovam indicativo de greve; Prefeitura propõe pagar parte do reajuste de 3,86% somente em 2020

Os servidores municipais aprovaram indicativo de greve por que não aceitam receber parte do reajuste de 3,86% somente em 2020, como propõe a Prefeitura. No último dia 21, a categoria esteve na Câmara de Vereadores com o presidente do Sindserv, Carlos Aparecido Silva Mello (fotos), pedindo o apoio dos vereadores para que a municipalidade pague o reajuste integralmente em 2019.

cambedefato.com /  03 de junho de 2019.

Os servidores municipais de Cambé aprovaram indicativo de greve da categoria em assembleia geral realizada na noite desta segunda (03). “Acabamos uma assembleia e a categoria decidiu entrar em indicativo de greve pelos próximos 15 dias”, declarou o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Cambé (Sindserv Cambé), Carlos Aparecido Silva Mello (Carlão), que completou: “se até o dia 18 de junho não houver nenhuma proposta da Prefeitura, estaremos deflagrando uma greve (dos servidores) em Cambé”.

O ponto de divergência do Sindicato dos Servidores e da Prefeitura de Cambé é o pagamento do índice de inflação de março de 2018 a fevereiro de 2019 que é de 3,86%.

Segundo o Sindserv, a proposta da Prefeitura de Cambé é pagar o reajuste de 3,86% aos servidores somente a partir de setembro. Como a data base da categoria é em março, ficaria para trás um resíduo do valor do reajuste retroativo até março. Na proposta da municipalidade, os valores retroativos seriam pagos em 2020. O sindicato também informa que na proposta da Prefeitura não há previsão do mês de início do pagamento dos valores retroativos, nem em quantas parcelas seria o pagamento. Somente que os valores retroativos seriam pagos “em 2020”.  

“Não dá pra bancar o não pagamento da reposição integral ainda este ano”, diz Carlão. “Nós concordamos com o pagamento do reajuste a partir de setembro, mas queremos receber o retroativo ainda dentro do ano, como aconteceu no ano passado” diz o presidente, lembrando que em 2018, os valores retroativos de março a setembro foram pagos em três parcelas, de setembro a novembro.

Segundo o presidente, o Sindicato vai aguardar uma nova proposta da Prefeitura até do dia 18. Após este prazo será realizada uma nova assembleia deflagrar a greve dos servidores municipais de Cambé.

Redação CDF. Foto: Sindserv Cambé/Redes Sociais.

#sindservcambe #prefeituradecambe #indicativodegreve #cambe

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s