O pianista Nelson Freire abre em grande estilo o 39º Festival de Música de Londrina

Um virtuoso desde os três anos, Nelson Freire (foto) faz 70 anos de carreira e executará obras de Schumann e Chopin no Teatro Ouro Verde.

cambedefato.com / 04 de julho de 2019.

A 39ª edição do Festival Internacional de Música de Londrina (39º FIML) começa na terça- feira, 9 de julho,  com o recital do pianista Nelson Freire. Será a “Abertura Festiva” do evento, a partir das 20h30, no Teatro Universitário Ouro Verde, no calçadão de Londrina.

Com 70 anos de carreira e considerado um dos mais destacados pianistas brasileiro, Nelson Freire executará no Recital Robert Schumann – Arabesque, Fantasia, Op.17 – e Frédéric Chopin – Improviso, Op. 36; Polonaise, Op. 26; Mazurkas, Op. 17, nº 4 e Op. 33, nº 4; Nocturne, Op. 62, nº 2; Ballade, Op. 47, nº 3.

A imperdível apresentação de Nelson Freire abrindo o 39º FIML promete levar ao Teatro Ouro Verde um público aficionado da música erudita da região de Londrina. Os ingressos para o recital já estão à venda na plataforma do Sympla (https://www.sympla.com.br/nelson-freire-recital-de-piano—39-festival-internacional-de-musica-de-londrina__571831), com valores a R$ 60,00 a inteira e R$ 30,00 a meia entrada, mais taxas.

Virtuoso

Nelson começou a estudar piano aos três anos em Minas Gerais e a família mudou-se para o Rio de Janeiro para que pudesse aprimorar os estudos. Aos cinco anos fez seu primeiro recital. Aos 12 gravou seu primeiro LP e ficou em 7º lugar no Primeiro Concurso Internacional de Piano do Rio de Janeiro, quando ganhou do então presidente do Brasil, Juscelino Kubitschek, uma bolsa de estudos para a Europa.

Aos 15 anos mudou-se para Viena e teve como professor o pianista Bruno Seidlhofer. Freire, em 1964, venceu em Lisboa (Portugal), o Concurso Internacional de Piano Vianna da Motta. O pianista brasileiro ganhou destaque internacional a partir da década de 60, tem uma extensa discografia, recebeu diversas premiações e é referência em técnica e interpretação pianística, nestes seus 70 anos de carreira.

Em uma entrevista no início deste ano em Brasília, Nelson Freire disse a jornalista: “Chopin é o compositor mais universal, que toca direto no coração das pessoas. Tem um lugar muito especial no meu. Mas, tem todos os gênios, como Mozart, Beethoven, Bach e muitos outros, que enriquecem meu mundo”, o pianista disse ainda que sente “o mesmo frio na barriga” ao se apresentar onde quer que realize um recital, um concerto.

A 39ª edição do FIML será de 09 a 25 de julho. Toda a programação artística e a grade pedagógica (inscrições) podem ser consultadas no site: www.fml.com.br

CDF com Assessoria. Fotos: Divulgação.

#cambedefato #fml #fiml #festivaldemusicadelondrina #musica #londrina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s