Padrasto confirma assassinato da pequena Sara de nove anos, mas nega violência sexual

cambedefato.com / 21 de julho de 2019.

A Polícia Militar divulgou na tarde deste domingo (21) as circunstâncias que levaram os policiais ao corpo da menina Sara Manuele Silva, de nove anos.

Segundo relato do 5o. BPM, foi repassado pela Central de Operações que populares estariam agredindo o padrasto de Sara, que estava desaparecida desde o sábado pela manhã. Ao chegarem no local, os policiais militares encontraram o padrasto, que ainda não teve seu nome divulgado oficialmente, mas que está sendo identificado como Sandro de Jesus Machado. Sandro estava dentro da casa, sentado. Do lado de fora da casa, havia uma grande aglomeração.

Uma pessoa informou aos PMs que o corpo de uma menina havia sido localizado na mata existente nos fundos do Jardim Abussafe 2. Diante da informação, os policiais interpelaram o padrasto, que após ser indagado sobre o crime, este confirmou ter assassinado a criança mas não relatou o motivo. Perguntado se houve violência sexual este negou e se prontificou a direcionar a equipe até o local onde a menina estaria morta.

Buscas foram feitas e os policiais seguiram para a casa da vítima para fazer isolamento do local, visto que a mãe da criança disse que teria vestígios de sangue no banheiro da casa e na mata as equipes conseguiram localizar o corpo da criança semi-nua com marcas de violência. A vítima estava com uma calça estampada, uma calcinha vermelha, e o par de chinelos da vítima, próximo ao corpo, além de um preservativo usado.  Os policiais entraram em contato com a Central de Operações que acionou os órgãos competentes. 

O acusado foi encaminhado à Central de Flagrantes para as devidas providências e o corpo da criança encaminhado pelo IML.

CDF com 5o. BPM e informações e fotos de redes sociais, Eliandro Piva (RIC TV), Cobra News e Guilherme Spanguemberg.

#cambedefato #londrina #5bpm #feminicidio #violenciacontracriancas

Anúncios

4 comentários sobre “Padrasto confirma assassinato da pequena Sara de nove anos, mas nega violência sexual

  1. Os dois casos acima postados e divulgados na mídia ; fortalece os casos para pena de morte e execução dos envolvidos devidamente Réu confesso ; a pena de 30 anos sem redução da condenação e julgamento de dia e hora da execução desses montros ; isso é o mínimo para cada um deles e que outros que venha fazer ou pensei fazer o mesmo tenha conhecimentos de que essa será sua condenação. Paulo TARDIOLLE.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s