Padrasto confessa que matou Sara após estuprar a menina, diz Polícia Civil

cambedefato.com / 22 de julho de 2019.

O padrasto da menina Sara, que foi encontrada morta no domingo pela manhã, confessou o crime em depoimento prestado à Polícia Civil de Londrina.

O delegado-chefe da 10ª Subdivisão Policial de Londrina, Osmir Ferreira Neves afirmou em coletiva de imprensa, que Sandro de Jesus Machado de 25 anos, estuprou a enteada e, com medo de que ela contasse sobre o estupro para alguém, decidiu matar a garota. “Em um primeiro depoimento ele ficou em silêncio, mas em um interrogatório complementar, realizado pela manhã, ele confessou tudo. Disse que levou a menina até o fundo de vale, onde o corpo foi encontrado, com a justificativa de pegar uma galinha para a família confraternizar. Nesse local, ele estuprou a criança, ofereceu R$ 5 para ela ficar em silêncio, mas com medo, matou a menina”, detalhou o delegado.

Sandro Machado deve ser indiciado por estupro de vulnerável e feminicídio. A Polícia Civil informou que ele não tem advogado constituído.

Leia também nossas matérias anteriores: Padrasto confirma e PM encontra corpo.

CDF com informações e reprodução de imagens da RPC TV e G1 Paraná.

#cambedefato #sara #feminicidio #infanticidio #londrina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s