Cambé já tem 40 casos de exploração e abuso sexual contra crianças e adolescentes neste ano; Assistência Social faz ação neste sábado para combater a prática

Somente em 2019, o CREAS já atendeu 40 casos de exploração e abuso sexual contra crianças e adolescentes em Cambé; Nos últimos dez anos são 505 casos.

cambedefato.com / 02 de agosto de 2019.

Cambé já soma 40 casos de abuso ou exploração sexual de adolescentes ou crianças de zero a 17 anos, em 2019. Destes 40 casos, em 15 situações as vítimas foram crianças e em mais da metade das ocorrências, o abusador estava dentro da família. Os números são do CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social.

Buscando mudar esta realidade, a Secretaria Municipal de Assistência Social realiza neste sábado (03) uma ação de conscientização e de combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes na cidade.

A ação, que faz parte de uma campanha permanente contra o abuso e a exploração de crianças e adolescentes, busca alertar e instruir pais e protetores, buscando reduzir o número de casos e, ao mesmo tempo, incentivar a denúncia dos casos que ocorram.

O evento acontece na Praça Getúlio Vargas, em frente à Prefeitura de Cambé, no sábado (03) das 09h00 às 12h00 e terá uma exposição de frases extraídas de crianças abusadas que foram atendidas pelo CREAS. Além disso, também está sendo preparada a mostra “Que roupa eu estava usando quando sofri violência sexual”.

A ideia tem referência à ação feita no ano passado em Bruxelas, na Bélgica, onde um grupo de apoio às vitimas de estupro expôs roupas e assessórios usados pelas mulheres no dia em que foram estupradas para quebrar com a visão de que a culpa é sempre da vítima. Segundo Claudia Serpeloni, diretora de Proteção Social Especial de Cambé, a exposição vai mostrar roupas semelhantes aquelas que as 15 crianças do município estavam usando quando sofreram violência sexual. “Na exposição temos pijamas, uniforme escolar, roupas de treino de futebol e até fraldas”, explica Claudia.

Números aterradores – De acordo com Flavia Iwakura, psicóloga e coordenadora do CREAS, somente neste ano já foram registrados 40 casos de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes entre 0 à 17 anos em Cambé. Destes, 15 casos envolvem crianças e 26 apontaram membros da família como agressores. O trabalho de atenção da Secretaria de Assistência Social, que teve início em 2009, já atendeu 505 casos de abuso, exploração e violência sexual contra crianças e adolescentes em Cambé. 

CDF com informações do Portal da PMC. Fotos: reprodução/arquivo CDF.

#cambedefato #pmc #cambe #violenciasexual #violenciacontracriancas #assistenciasocial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s