É inaceitável e deplorável qualquer medida para prorrogar os contratos de pedágio, alerta o deputado Tercilio Turini

cambedefato.com / 02 de abril de 2020.

“Qualquer tratativa para prorrogar os contratos de pedágio nas rodovias do Paraná, independente do prazo e do motivo, é inaceitável, deplorável e contraria os interesses da população paranaense, além de comprometer o futuro do estado. Depois de tantos escândalos de propinas, sobrepreço nas tarifas e não realização de obras, as concessionárias não têm credibilidade para permanecer um dia a mais sequer após o vencimento das concessões, em novembro do ano que vem”, diz o deputado estadual Tercílio Turini (Cidadania23).

A reação do deputado estadual Tercilio Turini é um alerta sobre o que foi aventado em meios políticos, ao se discutir a liberação da cobrança de tarifa nas praças de pedágio em decorrência do avanço do coronavírus e impactos na saúde e economia. “Já andaram falando em abrir as cancelas ou dar descontos pelos próximos três meses e, depois, prorrogar os contratos pelo mesmo período, nos meses seguintes ao final das concessões. É um absurdo, não podemos admitir nem o início de conversas sobre isso” – enfatiza.

Para o deputado, uma medida como essa só beneficia as concessionárias, outra vez. “Deixam de arrecadar agora, em meses de diminuição da circulação nas rodovias por causa da quarentena, e enchem os cofres lá na frente com cobrança de tarifas abusivas em dezembro de 2021, janeiro e fevereiro de 2022. É uma época normalmente de intenso movimento nas estradas pedagiadas com deslocamento de veículos de passeio e cargas para as festas de fim de ano e férias, além de grande fluxo da produção industrial e da agropecuária. Parece brincadeira de mau gosto pensar na hipótese de prorrogação”, ressalta.

Tercilio Turini lembra que nas investigações do Ministério Público Federal e outras análises sobre o pedágio, apontou-se que mesmo se as concessionárias ficassem dois anos sem cobrar pedágio, já teriam ganhos de bilhões de reais pelo tanto que arrecadaram com as tarifas lesivas. “Chega de aditivos contratuais e mais benefícios para empreiteiras que exploram a população e o setor produtivo há mais de 20 anos no Paraná”, afirma.

Na sessão da última terça-feira (31/3) da Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado pediu que o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, seja convidado para esclarecer se existem conversações ou estudos sobre a possibilidade de prorrogação. “Como houve uma videoconferência para discutir a questão do pedágio, o tema deve ser debatido com todos os parlamentares e principalmente com a sociedade organizada e a população”, defende Tercilio Turini.

CDF com informações de assessoria. Fotos: Dalie Felberg/Alep e Orlando Kissner/Alep.

#cambedefato #pedagio #tercilioturini #coronavirus #pandemia #covid19 #alep

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s